É possível esquecer do idioma materno?

Pesquisas apontam que a partir da puberdade quando se aprende um novo idioma, o idioma materno é mais difícil de ser esquecido, antes da puberdade, existe o que os cientistas chamam de “período crítico”, quando um novo idioma é mais facilmente aprendido, sobretudo durante o primeiro ano de vida, porém há casos interessantes, como quando crianças vão morar em outro país e perdem um pouco da fluência no idioma nativo ou quando adultos passam muitos anos de sua vida em outro país, sem contato com seu idioma de origem.

É comum esquecer expressões, frases e estruturas ou mistura-las um pouco, ficando “enferrujado” no idioma materno, como quando aprendemos um novo idioma mas não usamos diariamente, a sensação de insegurança pode ser constante. Apesar do nosso idioma nativo ficar em uma parte diferente do cérebro, linguistas afirmam que todos os idiomas que aprendemos durante a vida possuem alguma relação.

Conforme o especialista Marcus Maia, pesquisador de Linguística da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), muitos fatores podem levar ao esquecimento de algumas palavras e expressões da língua materna, assim como o preconceito com a mesma, explica “Qualquer erosão da língua nativa também depende de aspectos motivacionais que levem ao desuso. Às vezes, você tem um imigrante que não deseja mais usar seu idioma materno quando emigra, se afasta. A erosão também depende de quanto o indivíduo tem preconceito quanto à própria língua, de aspectos motivacionais”.

Portanto assim que for para outro país e mantiver bastante contato com outro idioma, fique tranquilo que apesar de algumas falhas, seu idioma materno ainda permanecerá.

Ficou alguma dúvida? Comente neste post

Nos siga nas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/SPTrad/

LinkedIn: https://pt.linkedin.com/company/agiletranslations

Instagram: https://www.instagram.com/agiletranslations/

Site: www.agiletranslations.com.br

Referências: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/deutschewelle/2015/12/14/e-possivel-esquecer-a-propria-lingua.htm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *