Dicas para melhorar suas viagens de negócios.

É comum ocorrerem reuniões e eventos em outras cidades, outros estados e até em outros países. O fuso horário, o clima e as pessoas diferentes das habituais podem interferir no seu desempenho como representante de uma empresa em outro local. É após algum tempo de experiência viajando a negócios e passando por alguns conflitos, que se aprende algumas coisas. Bom, pensamos que você não tem que “quebrar a cara” para aprender, pois selecionamos algumas dicas importantes de pessoas que possuem a rotina de viagens e aprenderam os melhores caminhos, confira:

  1. Uma das dicas da Anne Chaisson, diretora executiva do Festival Internacional de Cinema de Hamptons, é se hospedar perto de conveniências e estabelecimentos que oferecem produtos variados, pois é fácil esquecer algo em casa e quando isso acontece, é melhor ter um plano b.
  2. Já Shane Mitchell, autora de “Far Afield: Rare Food Encounters From Around the World” conta sobre os requisitos do visto, pois estava indo para Índia e não checou as documentações antes de ir, então deixa como dica importante antes de ir para qualquer local, visitar sites de órgãos oficiais e se informar bem sobre as documentações. Também pontua a necessidade de sempre ter um calendário internacional em mãos, pois em muitos feriados religiosos específicos da região, os lugares não abrem.
  3. Empurrar tudo dentro de uma mala grande pode ser um dos grandes erros da maioria, conforme Gretchen Thomas, diretora de vinhos e destilados do Barteca Restaurant Group, carregar uma bolsa contendo o necessário é de extrema importância, principalmente porque caso for a restaurantes e bares, prefira levar de forma segura o essencial.
  4. O idioma é algo crucial para evitar muitas emboscadas, em uma delas, Adele Gutman, vice-presidente de vendas, marketing e receita da rede de hotéis Library Hotel Collection, conta sobre sua ida a Suíça, estava na estação de trem, onde perguntara à algum funcionário se sabia qual era a pista do trem para Zurique, a pessoa respondeu “nein”, que significa não em alemão, mas Adele entendeu como “nine” e entrou em um trem para Genebra. Como dica, diz que sempre é necessário pesquisar o mínimo do idioma local do seu destino.
  5. Como última dica e não menos importante, Nancy Novogrod, fundadora da empresa de design The Essentialist, cita um erro crucial que pode ser facilmente evitado, dormir! Sim, deixar a ansiedade e o nervosismo de lado e dormir o quanto puder, principalmente em voos noturnos, pois a pior coisa em sua opinião é participar de uma reunião com cadeiras bem confortáveis, sem ter dormido na noite anterior.

Agora, aproveite as dicas e nos conte sobre suas viagens!

Ficou alguma dúvida? Comente neste post.

Nos siga nas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/SPTrad/

LinkedIn: https://pt.linkedin.com/company/agiletranslations

Instagram: https://www.instagram.com/agiletranslations/

Site: www.agiletranslations.com.br

Referências: https://forbes.uol.com.br/carreira/2019/03/19-piores-erros-em-uma-viagem-de-negocios/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *