Qual é o nível de proficiência de inglês no Brasil? O ranking mundial apresenta resultados não muito animadores:

No ranking mundial de proficiência em inglês, o Brasil ficou abaixo da média mundial, dos países africanos e do grupo Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

Os motivos são muitos, desde falta de dinheiro para os cursos que demoram muitas vezes mais de 5 anos, com métodos ultrapassados, até a falta de disponibilidade, já que a maioria é adulto, pois grande parte da população não consegue colocar os filhos ainda crianças em escolas de idiomas (que seria o ideal, já que crianças aprendem com maior facilidade).

Nas entrevistas de emprego não é diferente, muitos acreditam ter o nível básico de inglês, devido a experiências anteriores, porém vemos que o nível ainda está abaixo do esperado, prejudicando a carreira das pessoas e a qualificação dos trabalhadores brasileiros.

A globalização está presente a todo momento em nossa vida, principalmente na internet, onde podemos falar com pessoas de todos os países instantaneamente, mas com a falta de comunicação em inglês, que é um dos idiomas mais falados do mundo, começam a surgir barreiras.

Logo, fica claro a falta de incentivo que possuímos no Brasil para o aprendizado de novos idiomas e como não possuímos a consciência da importância de se ter um segundo ou terceiro idioma fluente, não apenas para o currículo, mas também para se comunicar de forma clara com o maior número de pessoas possíveis, aproveitando assim todas as oportunidades que o século 21 vem proporcionando.

Referências: https://exame.abril.com.br/carreira/por-que-ainda-nao-somos-fluentes-em-ingles/

Ficou alguma dúvida? Comente nesse post. 

Nos siga nas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/SPTrad/

LinkedIn: https://pt.linkedin.com/company/agiletranslations

Instagram: https://www.instagram.com/agiletranslations/

Site: www.agiletranslations.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *